Intradermoterapia capilar: amenize a sua queda de cabelo

30 de abril de 2020

Intradermoterapia capilar: amenize a sua queda de cabelo

Você conhece a intradermoterapia capilar?

Calvície, falhas e entradas: a queda de cabelo é um distúrbio que afeta diretamente o físico, mas também a autoestima das pessoas. Essa disfunção capilar é muito conhecida por atingir os homens, mas tem se tornado uma reclamação constante também entre as mulheres. Isso ocorre porque a queda, pode muitas das vezes, ser ocasionada pelo alto nível de estresse.

Mas, graças à estética, novos tratamentos estão recuperando a aparência saudável das pessoas de forma eficaz. Entre esses tratamentos, está a intradermoterapia capilar, feita através de aplicações no couro cabeludo.

O que é a intradermoterapia capilar?

O método clínico, também conhecido como MMP (Microinfusão de Medicamentos no Couro Cabeludo), busca evitar que os cabelos permaneçam caindo, progressivamente. Durante o procedimento estético, diferentes substâncias ativas são aplicadas diretamente no couro cabeludo.

Pequenas agulhas são utilizadas na incisão, penetrando de forma superficial na região. Pequenas doses das substâncias são injetadas, permitindo melhora a cada sessão realizada. A substância aplicada age promovendo:

  • Vasodilatação;
  • Fortalecimento do bulbo capilar;
  • Aumento do crescimento capilar;
  • Fortalecimento dos fios.

A intradermoterapia também age diretamente no crescimento dos fios, ao longo do tratamento. Isso acontece porque as substâncias ativas são ricas em vitaminas e minerais, o que ajuda na nutrição dos cabelos.

Quais as vantagens e qual a duração?

Uma das principais vantagens da intradermoterapia capilar é a sua prontidão em mostrar resultados. Por agir diretamente no couro cabeludo, as substâncias injetadas não precisam passar pelo processo de absorção do organismo. Outros benefícios são:

  • Diminui a alopecia androgenética;
  • Controla e reduz a queda;
  • Deixa o cabelo mais saudável e bonito;
  • Melhora a estrutura da haste capilar;
  • Proporciona volume e densidade capilar;
  • Produz novos fios e acelera o crescimento;
  • Revitaliza fios que sofrem com químicas pesadas.

Porém, não há um número padrão de sessões. Esse número será definido pelo médico, conforme o nível de danificação dos fios e considerando-se também a resposta das primeiras sessões.

O que pode ocasionar a queda de cabelo?

Como já citado, o estresse (físico e mental) pode ser um dos principais fatores para a queda de cabelo. O corpo cansado, a falta de tempo, altos níveis de cobrança, perda de peso e cirurgias debilitam não só o cabelo como a pele e o corpo das pessoas. Porém, outros fatores podem contribuir para o desenvolvimento da doença:

  • Gravidez;
  • Alterações hormonais;
  • Uso de medicamentos;
  • Hipotireoidismo;
  • Pré-disposição genética;
  • Excesso de vitamina A e B (casos raros);
  • Negligência com os cuidados dos cabelos.

Cuidados e contraindicações da intradermoterapia capilar

Os quadros mais sérios podem necessitar da combinação de medicamentos orais ou tópicos junto ao tratamento. Infecções e efeitos colaterais não são descartados caso o paciente não siga as prescrições médicas.

Mas, cuidado: esse procedimento não é indicado para grávidas, lactantes e alérgicos às substâncias ativas. Quer saber mais sobre os cuidados necessários? Consulte o seu médico.

Procure um profissional capacitado

A eficácia do tratamento só será possível através do acompanhamento com um médico. Assim, uma análise profunda da alopecia do paciente precisa ser realizada. Então, entre em contato com a Dra. Angélica Pacheco e agende uma consulta!

Venha conhecer a clinica e o melhor tratamento lhe será indicado.

Intradermoterapia capilar , ,
WhatsApp | Dra. Angélica Pacheco - Dermatologia Estética
WhatsApp
close-image