Ela é uma substância produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum que sofre um processo de purificação para ser utilizada para fins estéticos e terapêuticos.

Suor excessivo das axilas.

Ela inibe a produção de suor pelas glândulas sudoríparas das axilas.

Seu efeito permanece por 6 a 9 meses. Após esse período já é possível fazer uma nova aplicação. A partir do 6o mês pode ser realizada uma nova aplicação.

É um procedimento realizado em consultório que consiste na injeção de pequenas quantidades de toxina botulínica nas axilas utilizando-se agulhas muito finas.

A dor percebida é a da pequena picada sendo bem tolerada. Em geral não há necessidade de se usar anestésicos, mas o anestésico tópico ou métodos de resfriamento da região podem ser utilizados de acordo com a sensibilidade de cada indivíduo.

  • Durante a gravidez ou amamentação;
  • Sinais de inflamação e/ou infecção no local de aplicação;
  • Doenças neuromusculares degenerativas (p.e. miastenia gravis);
  • Uso simultâneo de antibióticos da classe dos aminoglicosídeos;
  • Alergia conhecida à toxina ou à albumina (clara do ovo).

Dentre os efeitos colaterais mais citados estão: manchas roxas temporárias nos locais da aplicação.

Não há necessidade de afastamento das atividades diárias, sendo orientado apenas que não se faça atividade física nas próximas 24 horas.

AGENDE SUA AVALIAÇÃO

    TRATAMENTO *

    DIA DA SEMANA *

    PERÍODO *
    MANHÃTARDE

    MENSAGEM

    Sim, quero seguir o Blog!