Escleroterapia: descubra os benefícios do tratamento para microvarizes

7 de janeiro de 2020

Escleroterapia: descubra os benefícios do tratamento para microvarizes

Pernas bonitas e lisinhas são o desejo de muitas mulheres. Quando as imperfeições começam a aparecer, seja pela idade ou por outros fatores, a autoestima pode acabar abalada. No caso das microvarizes, aqueles “vasinhos” finos cor de vinho ou avermelhados, podem se transformar em um problema estético quando começam a se tornar visíveis. Você sabe como a escleroterapia pode ajudar nisso?

Geralmente, as imperfeições aparecem nas pernas, mas também podem se desenvolver no tronco e no rosto. Nesse caso, um tratamento estético altamente recomendado é a escleroterapia, que existe há mais de 150 anos. Através de aplicações para eliminar os vasos mais superficiais, em geral os mais arroxeados, o procedimento fecha as dilatações desses vasos.

Como funciona a escleroterapia?

Sem necessidade de anestésicos, o tratamento funciona através da aplicação de uma substância específica nas regiões de maior gravidade. O procedimento é feito com a injeção de um produto que irá provocar irritação dentro dos vasos que, consequentemente, irão se fechar.

Por se tratar de picadas, o tratamento pode causar leve desconforto. Mas, esse problema pode ser solucionado com o resfriamento da região. O procedimento dura entre 30 e 40 minutos e o intervalo entre cada sessão é de um mês. O número de sessões necessárias irá depender da quantidade de lesões que o paciente apresentar, podendo variar em média de 2 a 5 sessões.

Recuperação para tratamento de escleroterapia

Entre uma sessão e outra é preciso ter um pouco de paciência: para poder realizar uma nova aplicação, é necessário um intervalo de 30 dias. Porém, esse é um procedimento de rápida recuperação para o paciente. Quando a aplicação é feita, as atividades diárias podem ser mantidas e os exercícios físicos devem ser interrompidos nas primeiras 24 a 48 horas após o procedimento. A exposição ao sol da área tratada deve ser evitada, principalmente enquanto estiver presente qualquer hematoma, que porventura apareça após o tratamento.

O que causa microvarizes?

Muitos fatores podem acabar ocasionando o surgimento de microvarizes que vão aumentando com o passar dos anos. Por isso, o quanto antes a escleroterapia for realizada, melhor. Às vezes, apenas um dos fatores pode levar ao surgimento; em outros casos é a junção deles que faz com que as microvarizes se tornem evidentes. Entre os motivos, estão:

  • Hormônios femininos
  • Período de gestação
  • Sedentarismo
  • Uso de pílula anticoncepcional
  • Fator genético
  • Permanecer longos períodos de pé

Escleroterapia não trata varizes

Lembrando que esse tratamento só é indicado para casos de microvarizes. As varizes de maiores espessuras e calibres são casos bem diferentes e devem ser acompanhadas por um médico especialista, o angiologista.

Procure um profissional

Ao perceber que você tem uma pré-disposição para o problema, adote ações práticas no dia a dia, que podem te ajudar a evitar o aparecimento das microvarizes:

  • Pratique exercícios
  • Cuide da alimentação
  • Descanse com as pernas para cima ao final de dias cansativos
  • Não fique muito tempo na mesma posição

Se você deseja ter uma pele livre dessas imperfeições, procure um profissional da sua confiança. Agende uma consulta com a Dra. Angélica Pacheco e saiba mais sobre esse tratamento.

Venha conhecer a clinica e o melhor tratamento lhe será indicado.

Sem categoria, Tratamentos Corporais
WhatsApp | Dra. Angélica Pacheco - Dermatologia Estética
WhatsApp
close-image