Foliculite: entenda suas causas e quais são os possíveis tratamentos

25 de agosto de 2020

Foliculite: entenda suas causas e quais são os possíveis tratamentos

Há algumas alterações da pele que permanecem presentes por um tempo prolongado, tornando-se comum que muitas pessoas se acomodem e convivam com a patologia. A foliculite é uma delas.

O que é a foliculite?

A foliculite é caracterizada pela presença de lesões avermelhadas com secreção em sua região central, que ficam muito parecidas com pequenas espinhas.

Elas podem aparecer em qualquer área do corpo que possua pelos, mas são mais comuns em axilas, nádegas, virilha, coxas, couro cabeludo e região de barba nos homens. Pelos encravados  também podem se desenvolver e causar foliculite.

Foliculite na região da barba

Quando acomete a região de barba, essa patologia recebe o nome de pseudofoliculite da barba. Esse tipo específico, pode causar a sensação de coceira e gerar grande incômodo.

Principais causas 

A principal causa da foliculite é a infecção do folículo piloso – região da pele onde os pelos nascem e crescem – por bactérias, mas as vezes a infecção é causada por fungos ou vírus também.

Além disso, de uma maneira simplificada, pode ser classificada em superficial e profunda, dependendo do quadro do paciente.

Possíveis sequelas

Como sequela pode levar ao aparecimento de manchas escuras nos locais acometidos. Esta é uma queixa bastante presente no consultório. Esteticamente, muitas pessoas se sentem incomodadas e não ficam a vontade ao usar trajes de banhos ou em situações em que precisam expor determinadas partes do corpo.

Como evitar a foliculite?

Algumas situações podem favorecer o aparecimento do quadro, entre elas:

  • uso de roupas apertadas;
  • transpiração excessiva;
  • lesão da pele ao se barbear ou depilar;
  • uso prolongado de antibióticos;
  • baixa imunidade provocada por doenças como diabetes, leucemia e imunodeficiências.

Atente-se à essas situações e evite praticá-las. O aparecimento da foliculite, muitas vezes, pode ser evitado.

Como tratar?

Normalmente, a foliculite superficial cura-se sem a necessidade de acompanhamento médico. Alguns casos tornam-se crônicos e precisam ser tratados com medicamentos específicos. As manchas causadas podem também ser tratadas com procedimentos estéticos!

Tem alguma outra dúvida? Agende uma consulta e disponha de devido acompanhamento médico.

Venha conhecer a clinica e o melhor tratamento lhe será indicado.

Dermatologia Estética , ,
WhatsApp | Dra. Angélica Pacheco - Dermatologia Estética
WhatsApp
close-image