Radiofrequência no tratamento da flacidez

19 de julho de 2016

Radiofrequência no tratamento da flacidez

A radiofrequência para flacidez é um tratamento moderno e que proporciona bons resultados. Seu objetivo é atacar a flacidez e combater as linhas de expressão e as rugas, sendo também muito útil no combate à celulite. O tratamento pode ser aplicado no rosto, na papada, no queixo, nos braços, no abdômen, nos glúteos e nas coxas.

A radiofrequência é realizada por meio de ponteiras que aquecem a pele da superfície até as camadas mais profundas. O aumento da temperatura faz com que as fibras de colágeno se contraiam e mais colágeno seja produzido, ao mesmo tempo em que as células de gordura diminuem de volume, melhorando a flacidez, a celulite e o aspecto geral da pele.

O mínimo indicado são seis sessões, mas até 10 sessões poderão ser necessárias. O resultado é muito individual. Cada sessão dura de 30 a 60 minutos, dependendo da área a ser tratada. O procedimento é muito seguro e a ocorrência de pequenos danos à pele é muito rara. É importante lembrar, contudo, que existem contra indicações nos seguintes casos:

  • Gestação;
  • Usuários de marcapasso;
  • Presença de lesões ativas na região a ser tratada;
  • Pacientes com câncer ou metástase;
  • Uso de anticoagulantes;
  • Portadores de placas metálicas;
  • Pacientes com imunidade diminuída;
  • Antes de quatro dias após de aplicação de Toxina Botulínica;
  • Antes de 15 dias após preenchimento;
  • Antes de 30 dias após realização de peeling ou laser.

Logo ao final da primeira sessão, os resultados da radiofrequência para flacidez já podem ser percebidos. Geralmente, pode-se notar a pele mais lisa e firme, mas os resultados são progressivos, pois a radiofrequência estimula a produção de novas fibras de colágeno.

Venha conhecer a clinica e o melhor tratamento lhe será indicado.

Dermatologia Estética ,
WhatsApp | Dra. Angélica Pacheco - Dermatologia Estética
WhatsApp
close-image